Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Desabafos’ Category

Atualizando 2016!

Acho que estou enferrujada com essa história de blog.

Mas algumas coisas aconteceram em 2015 que merecem ser registradas. Disse que seria um ano melhor, mas foi difícil também, acho que o ano em que mais pude aprender, e sei que 2016 vai ser mais puxado ainda, afinal são as provações que nos fazem crescer.

(mais…)

Read Full Post »

2012

Nossa, terminou 2011, já estamos quase no meio de 2012 e eu não apareci aqui nem pra desejar feliz Ano Novo? como assim?
Perdão, vamos recomeçar então..
Feliz 2012 pessoal!!
Esse ano já começou com o pé direito pra mim e muito ainda está por rolar.. espero conseguir registrar mais coisas aqui pra aumentar meu registro pessoal, porque é sempre bom lembrar que este é o propósito do blog.. não somente ter leitores (Se tiver é lucro) mas para manter meus desabafos, historias, registros, enfim…
Que 2012 seja bom pra vocês como está sendo pra mim!
 

Read Full Post »

smile

Quando casei e fui morar em outra cidade fiquei muito feliz, mas com o tempo notei que estava sendo dificil para mim me adaptar em um novo lugar e uma nova vida, me afastava de algumas pessoas porque não as entendia e ficava meio que com medo daquela novidade, mas passada essa primeira fase e conhecendo melhor as pessoas, pude aprender uma lição valiosa. (mais…)

Read Full Post »

Bonita neh?

Eu ajudei a fazer na festa q teve no acampamento de 2010 🙂

Pq postei a foto? (mais…)

Read Full Post »

1, 2, 3 indiozinhos
4, 5, 6 indiozinhos
7, 8, 9 indiozinhos
10 no pequeno bote.

Iam navegando pelo rio abaixo
Quando o jacaré se aproximou
E o pequeno bote
Dos indiozinhos
Quase, quase virou.
Mas não virou.

Essa é minha música hj, o jacaré se aproximou enqto estava descendo rio a baixo, a canoa balançou bastante, mas não virou e NÃO VAI VIRAR!!! Pq quem está no controle do MEU barco sou EU!!

Read Full Post »

Maio

Como diria Paula Toller,

Maio
Já está no final

É hora de se mover
Pra viver mil vezes mais
Esqueça os meses
Esqueça os seus finais(…)

Já esta acabando maio e eu não postei nada aqui, mas ainda é tempo de me corrigir, afinal não acabou maio ainda neh :p

E maio foi um grande mês em todos os sentidos.. valeu para esquecer o trauma que foi fevereiro…

Maio foi um grande mes no quesito profissional por ter tido muitas mudanças e muito stress, mas tenho encarado como um momento para aprender e crescer, afinal o q difere o grafite de um diamante é a pressão a qual foi imposto certo? então acho que estou no caminho certo pra virar diamante. rs

 

Foi no quesito pessoal tambem por que tivemos sucesso em algumas metas o que me deixou muito feliz.

No quesito familiar, maio é o mes das mães neh? E é o aniversário da minha vozinha, dona Alice fez 84 anos, revi todos os meus parentes por parte de pai, como a familia esta cheia de crianças 🙂 isso é uma delicia! Tambem descobri que vou ter mais um sobrinho logo logo e fomos comer um delicioso peixe com a familia do Junior, então foi um mes bem voltado pra família.

Foi um mês de mudanças e crescimento e um mês que gosto muito pois precede o melhor mês do ano que é Junho, o mês que eu nasci!

E dia 02 eu celebro meus 23 anos de existência, e quanta coisa ja passou não?!

Mais isso já é assunto pra outro post…

Read Full Post »

A Via Lactea

Estou muito “Renato Russo” hoje… não lembro se ja postei essa música no blog antes, mas tem pedaços especificos me definindo hj…

Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz

Mas não me diga isso
Hoje a tristeza não é passageira
Hoje fiquei com febre a tarde inteira
E quando chegar a noite
Cada estrela parecerá uma lágrima

Queria ser como os outros
E rir das desgraças da vida
Ou fingir estar sempre bem
Ver a leveza das coisas com humor

Mas não me diga isso
É só hoje e isso passa
Só me deixe aqui quieto
Isso passa

Amanhã é um outro dia
Não é?

Eu nem sei porque me sinto assim
Vem de repente um anjo triste perto de mim
E essa febre que não passa
E meu sorriso sem graça
Não me dê atenção

Mas obrigado por pensar em mim

Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz
Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho

Quando tudo está perdido
Eu me sinto tão sozinho
Quando tudo está perdido
Não quero mais ser quem eu sou

Mas não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado por pensar em mim

Não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado por pensar em mim

–Dado Villa-Lobos/ Renato Russo/ Marcelo Bonfá

Read Full Post »

Older Posts »